quinta-feira, 29 de maio de 2014

#AssuntoCoringa

Pregação do Pr Ivan Saraiva
Igreja Adventista do 7º Dia
TV Novo Tempo - 28/05/14

"1º A sua essência tem que ser refletida na sua Aparência. (1 Co 4.9b)
2º Não existe base bíblica para o uso de jóias. (Gn 35.2 / Ex. 33.3-4 / Is 3.16 / Lv 19.28)
3º O mundo precisa notar diferença não somente no seu interior, mas também no seu exterior

Não adiante termos um interior transformado se o nosso exterior continua igual a quando eramos do mundo. O mundo não lê o seu interior, ele lê o seu exterior. Não adianta termos essência e não termos aparência, assim como não adianta termos aparência e não termos essência. Essas duas coisas se completam.
Os estudiosos de Teologia e os que leram a Bíblia toda, sabem, que o povo de Israel era totalmente diferente das outras nações em se tratando de aparência. Mas todas as vezes que o povo de Israel se afastava de Deus, e apostatava da Fé, eles traziam para o meio do povo jóias, vestimentas estranhas (iguais as das outras nações), idolatria e culto a outros deuses.
Contudo, todas as vezes que o povo se convertia, novamente, ao Senhor, eles tiravam de si as jóias e mudavam as suas vestimentas. Resultado de uma mudança de interior. Então, não adianta você dizer que tem o coração mais puro do mundo, temente a Deus, mas não demonstrar isso na sua aparência. Suas atitudes, são sim muito importantes, mas a sua aparência também.
Deus nos colocou no mundo para "espetáculo dos homens, dos anjos e do mundo" (1 Co 4.9b). E você é luz do mundo, a luz quando está no meio das trevas ela é diferente, ela não é igual a escuridão.
"Então quer dizer Pastor que quem usa jóias não vai para o céu?" Esse assunto não se refere a salvação se refere a conduta de um verdadeiro cristão, o brinco não te leva para o inferno, o que te leva para o inferno é o pecado da vaidade.A Bíblia diz em Levítico que não devemos fazer incisão e nem marcar nosso corpo, incisão significa não perfurar o corpo. Você pode até me dizer "Pastor, eu não tenho amor pelas minhas jóias, pelas minhas antigas vestes" então se você não tem amor por que não muda? Devemos amar a Deus acima de todas as coisas."

Depois de ver e ouvir está pregação, mais uma vez tive certeza que devo ser diferente não apenas no meu interior, mas no meu exterior também. Eu questionei a Deus sobre os usos e costumes na igreja, eu lia na bíblia que não podemos usar certas coisas e eu sempre pensava "Mas era antigamente, era para outro povo" eu não conseguia entender por que tem passagens que o povo de Deus usa jóias e enfeites e tem passagens que ele não usa. E agora posso entender que o povo de Israel só se enfeitava (salvo momentos de festa) quando estava distante de Deus. E o povo só mudava quando se convertia. Quando mudava de direção. A bíblia não tem MAS, toda vez que após lermos as escrituras e incluímos um MAS, estamos errados, a bíblia não é para ser questionada e sim cumprida, ela é o nosso guia deixado por Deus, quando incluímos o MAS estamos apenas querendo justificar nosso erro e continuar no mesmo.
Vi o Pastor Ivan falando que antigamente as pessoas diziam "não vou me batizar ou ser crente por que não posso usar as roupas que uso e nem as minhas joias" mas hoje é tão fácil servir a Deus por que não é preciso mudar o seu exterior, basta termos uma mudança interior, afinal Deus só quer o coração. É por isso que hoje é fácil servir a Deus, por que a mudança interior não precisa mais refletir no exterior. Isso é ser cristão? Ser igual por fora mas diferente apenas por dentro?
O evangelho da cruz, nunca foi e nunca será fácil. O evangelho da cruz é renuncia, é negar suas vontades e paixões em favor do Reino. É mostrar ao mundo que não somos daqui tanto na forma de falar, nas nossas atitudes, quanto na nossa aparência. Atitude e Aparência devem andar em conjunto. Não adianta cantarmos "abro mão dos meus planos, abro mão dos meus sonhos, abro mão da minha vida por ti, abro mão dos prazeres e das minhas vontades, abro mão das riquezas por Ti, estou apaixonado, desesperado de amor" se não somos capazes de abrir mão de coisas tão supérfluas, então na realidade não estamos tão apaixonados e desesperados de amor pelo nosso Senhor.Continuemos achando que nossas boas atitudes e coração sincero nos fazem luz na escuridão. Continuemos convictos de um evangelho que não traz mudança de vida. Continuemos sendo nós :)