quarta-feira, 28 de maio de 2014



Bom hoje o assunto aqui no blog é relacionamento.
Então vamos falar um pouquinho de namoro.

Antigamente, lááá no velho testamento, não existia namoro. Você era “prometida” e não namorada.
Seus pais te prometiam a alguém ainda quando criança e quase sempre era alguém da sua família, um primo talvez. Muito tenso isso né? Mas enfim, era o costume daquela época. Então a pessoa (menina) crescia sabendo quem era o seu futuro esposo, e ela tinha BASTANTE tempo para conhecê-lo. Que bom se pudesse ser assim hoje. Quando chegavam a se casar já sabiam todas as manias e defeitos um do outro. E ela não tinha olhos para mais ninguém, por que ela criava um amor puro por aquele que era seu prometido, ela procurava ver as qualidades dele e idealizava um casamento feliz.
As mulheres antigamente não tinham voz, então nem pensar em falar para o seu pai “ele não combina comigo”, DEUSOLIVRE. E se você olhasse para outro que não fosse o seu prometido PECADO GRAVE.
Quando penso em namoro, eu sempre me lembro da história de Ester. Não tem nada a ver né? Ele nem ao menos teve um namoro decente, muito menos pode escolher um marido.
Mas eu fico encantada com a forma como Deus cuida de nós, e Ele cuidou muito bem de Ester. Ela era uma menina órfã, de pai e mãe, foi adotada por um tio, que a amava como filha, que a aconselhava. Era uma menina pobre, não tinha grandes ambições talvez. Não tinha estudo, nem nome. Mas ela era bela. E isso chamou a atenção do Rei.
Imagina você estar bem bela na sua casa, e chegam os soldados da Inglaterra, dizendo que você vai para o palácio ser preparada para casar com o Príncipe William. (hahaha) Já pesou que doidera?
Foi exatamente o que aconteceu com a Ester. Ele foi levada da sua casa, para um lugar onde só estavam mulheres virgens, esperando.
E todas eram lindas, nossa. Que chance Ester teria, nem sabia se arrumar direito. Tanto que ela tinha toda a liberdade para pedir ao eunuco enfeites para se tornar “diferente” das outras, mas pelo contrario, ela apenas seguiu as instruções do eunuco e ficou durante DOZE MESES se purificando (?) com óleo de mirra e especiarias para poder entrar na presença do Rei.
Nossa, Ester teve um namoro a distância por 1 ANO. Imagina a ansiedade que assolava o coração dela.
Ester não apenas chamou a atenção do Rei como à de todos que a viam, até do eunuco encarregado das mulheres. Ele deu a Ester os melhores aposentos a encheram de mimos.
As outras mulheres, se enfeitavam, tentavam de todas as formas chamarem a atenção do Rei. Mas só o que elas conseguiam era ser IGUAIS! Nenhuma tinha a beleza de Ester, nenhuma tinha o cuidado de um Deus verdadeiro. A beleza de Ester estava no interior dela, e isso se refletia no seu exterior. As outras entregavam seu corpo ao Rei, Ester mostrou seu caráter.
Quando o rei viu Ester “ E o rei amou a Ester mais do que a todas as mulheres, e ela alcançou perante ele graça e benevolência mais do que todas as virgens; e pôs a coroa real na sua cabeça e a fez rainha” (Ester 2.17). Eu chego a suspirar quando leio esse versículo.
E você fica feliz quando um cara diz “tu é tri gata” ou “tu tem um corpo lindo, meu (?)”. Gente a Ester teve que se purificar para o seu esposo, e não mostrar o corpo para ele. Ester teve que ESPERAR por ele, e não correr atrás dele.  Ele a encontrou e não o contrario, até por que quando que a Ester ia imaginar que um dia seria Rainha. E é isso que Deus quer fazer de NÓS, ele quer que sejamos rainhas, e tem preparado um príncipe para nós. Mas nós temos que ESPERAR por ele.

E para aquelas que já têm seu prometido, não fique se agarrando por aí, você vai ter bastante tempo a sós com ele quando casar. Aproveite o tempo de namoro para conhecer ele. Conhecer significa conversar, e conversar não inclui bocas coladas, ta?
O tempo de namoro é precioso, não é tempo de entregar-se, é tempo de admirar-se. Ame-se primeiro, para depois amar a alguém, por que se você não se ama, vai entregar seu corpo para qualquer um que piscar o olho. Valorize-se. E peça confirmação de Deus, SEMPRE, pois Ele tem cuidado de você até agora. Ele é o seu Pai, e o pai não quer entregar sua filha a qualquer um.


Com Carinha, Adna.