quarta-feira, 21 de maio de 2014

Relacionamentos




Que palavra difícil. É difícil falar sobre namoro. Principalmente porque antes do namoro vem aquele período LONGO da espera.
Eu já passei por poucas e boas por não esperar no Senhor. Já sofri demais, já chorei, já quis morrer (podem rir), já fiz greve de fome, já falei mal de Deus pela minha solteirice, já desisti e logo depois voltei a insistir. Meu Deus, eu estava ansiosa demais para ter um namorado e me casar.

E todo o meu sofrimento foi culpa minha, única e exclusivamente MINHA. Por que eu simplesmente não soube esperar. Quantos atalhos eu peguei achando que estava no caminho certo.
As vezes, eu fico tentando imaginar como Deus me vê. Ele deve olhar pra mim e rir...
Eu tenho uma família bem grande, e quase todas as minhas primas são mais velhas que eu. E eu queria por que queria andar com elas, queria fazer parte do grupo. Hoje, lembrando disso eu dou risada. Eu usava roupas parecidas com as delas, e usava saltos altíssimos (graças a Deus não tive varizes), tudo isso para parecer mais velha. E eu era TÃO criança que quando elas não queriam me levar junto, eu chorava (e me achava adulta).

Relacionamento sempre foi uma preocupação muito grande pra mim. Apesar de as pessoas brincarem comigo a respeito (tu ta solteirona Adna, haha) e eu rir e fazer graça do assunto, esse sempre foi um assunto meio traumatizante pra mim. Tenho orgulho de dizer que nunca fui de passar de mão em mão, e tive o privilégio de ouvir de alguns meninos que eu nunca “dei bola” para eles, nunca fui atirada. (AMÉM, fala Deus) haha’
Eu tive alguns namorados sim, mais especificamente 3, e apenas UM deles era cristão. E agora você me pergunta: MAS COMO ASSIM?

Pois é, a bendita impaciência humana! O problema de ser mulherzinha e romântica. Achar que a tua vida é como em um livro ou em um filme. ESQUECE isso! Você está na vida real.
Eu não acho que Deus vai pegar o meu escolhido e deixar ele na porta da minha casa com um buquê de flores e uma aliança. NÃO! Ele pode fazer isso, mas ele não vai. Mas de uma coisa eu sei, ele vai te dar dicas, se a pessoa que você escolheu é o certo ou não.

A dica é: conheça o cara. Saiba quais são as preferências dele, quais as convicções, se ele acredita no mesmo que você, conheça as manias dele. O mundo não vai acabar se antes de vocês começarem um relacionamento, conversarem. Acredite!

E o mais importante, ore, peça a direção de Deus, pergunte a ele, faça prova com Deus pela confirmação. Deus vai te responder, Ele não é um Deus carrasco. Você acha mesmo que podendo Ele evitar um sofrimento para a sua vida Ele não vai te responder?
Então você não conhece o Deus que você serve.

Ocupem a mente de vocês com outras coisas (estudo, trabalho), montem a vida de vocês antes de dividi-la com alguém.

Eu só tenho a dizer meninas, que hoje, com 24 anos (adoro falar minha idade :p), formada em Turismo, e começando um projeto para Deus, Ele tirou toda a ansiedade do meu coração. Eu já não estou preocupada. Apenas oro pedindo para que Deus guarde o meu coração, para que Ele não deixe eu ter sentimentos errados por pessoas erradas. E oro pelo meu escolhido, converso com Deus sobre ele. Digo como eu quero que ele seja. E espero!

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.”

Provérbios 4:23

Deus sabe o desejo do meu coração de casar, ter filhos e tuuudo mais. Mas ele também sabe o momento certo.
Ele tem promessas para a minha vida que ainda não foram cumpridas, promessas de me usar na obra dEle. Então uma coisa de cada vez, né?

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Mateus 6:33

Com carinho, Adna.