quinta-feira, 15 de maio de 2014

Cheiro Suave...




Ontem eu estava meditando, pensando sobre o projeto Voltando a Essência, e sobre visitar amigos que se afastaram de Deus.

Como é bom termos amigos não é mesmo? E como é FÁCIL quando todos eles pensam da mesma forma que tu, quando eles crêem nas mesmas coisas que tu crê, quando eles freqüentam os mesmos lugares que tu freqüentas.

Eu sempre tive muitos amigos/as, graças a Deus. E muitos desses amigos me ajudaram, até mesmo sem saber. Alguns deles me deram força para continuar seguindo a Jesus. Mesmo quando eu estive muito fraca na fé, tive pessoas que não desistiram de mim. Está escrito, que os fortes devem ajudar aqueles que estão fracos (Romanos 15).

Durante alguns meses eu fui perdendo amigos para o mundo. E o que eu fiz? Nada ou até mesmo aplaudi as filosofias deles de uma vida sem Deus. Concordei com o fato de que eles querem “aproveitar” a vida.

Então ontem eu conversando com Deus, indaguei o que Deus queria que eu falasse a eles. Não quero simplesmente chegar lá, sem uma palavra que vá surtir efeitos.

No inicio, eu pensei em apenas ir até eles e orar. Sem falar nada, sem questionamentos.

Já vou chegar na parte do “Cheiro Suave” (haha).

Bom, então surgiu essa idéia de voltar a essência. Eu estava muito cansada e quando peguei o onibus fechei meus olhos para continuar meditando e conversando com Deus. E me veio tal explicação (que eu acredito seja uma resposta de Deus a minha questão):

“A Essência de uma pessoa nasce com ela. E é como uma semente. Quando você planta a semente de uma árvore, e ela começa a crescer quem vê aquela árvore crescendo não sabe que tipo de fruto ela dá, apenas você, que a plantou. Quem vê a árvore crescendo, vê apenas um ramo, e enquanto ela cresce, ela provavelmente vai entortar, e daí você vai lá e coloca uma “muleta” amarrada ao raminho para que a árvore cresça reta. Você conhece aquela frase “pau que nasce torno nunca se endireita”, foi tirada daí.

Quando a árvore cresce, ela está totalmente definida, às vezes dá pra saber que tipo de fruto ela dá pelas folhas, às vezes pelo cheiro, e às vezes você só vai saber mesmo quando começam a nascer os frutos.

É assim que Deus nos vê.

Quando você foi gerado, Deus plantou em você uma semente, de adorador, ele criou você para glorificar o nome dele, e não fez isso por ser um Deus egoísta, mas por ser um Deus orgulhoso em dizer: Ei olha ali a minha obra prima, como ela/ele se desenvolve como ela/ele cresce em graça e conhecimento diante de mim.

Deus tem prazer em nos ver crescer e ser feliz.

Essa semente colocada por Deus é a sua essência, e a essência faz o que? Ela exala. Pode ser um aroma bom ou um aroma ruim.

A medida que você cresce, você vai descobrindo qual é a sua essência (cantar, pregar, orar, etc) e através dela você vai dar frutos (ganhar almas).

Enquanto você caminha com Deus, o seu aroma é como um Cheio Suave para o Senhor.

Mas, quando você se afasta de Deus, o seu aroma se torna um cheiro ruim, você esquece a sua essência original e conseqüentemente para de produzir frutos. E para que serve uma árvore que não produz fruto?

E mais, quando você esquece a essência de adorador, você seca. Até que um dia Deus, vai lá e corta. Não serve para nada. Acabou a sua vida. Jesus voltou e eu fiquei aproveitando a vida”

Você está esperando o que para produzir seus frutos?
Não espere que a árvore seque, não espere o tempo passar, por que pode não haver mais tempo!

Faça um propósito de exalar o aroma de Cristo e ganhar ao menos uma alma para o Senhor. Melhor ainda, busque aqueles que se afastaram.

Beijos, Adna.