quarta-feira, 18 de junho de 2014

#Convidada - Katiuscia Majewski




Olá Meninas, estou muito feliz em compartilhar com vocês meu testemunho de um namoro cristão. Para quem não me conhece, meu nome é Katiuscia e sou casada com o homem mais lindo do mundo, hehehe e que se chama André.

Antes de conhecer meu esposo, tive um primeiro namorado com 19 anos já achando que estava madura, já tinha assistido diversas palestras sobre namoro, noivado, casamento, então seria muito fácil de agora achar a pessoa certa. Que pena, mas não foi assim que aconteceu. Ao terminar o relacionamento, me senti muito mal, chorei e orei pedindo a Deus que eu não queria mais errar, pois a experiência de namorar alguém e não dar certo foi muito frustrante para mim. Daí você deve estar se perguntando, mas como você sabia que não era a pessoa certa? Ele era cristão? Sim! Era uma boa pessoa? Sim! Então porque não era Ele a pessoa certa? Porque tínhamos objetivos/propósitos de vida diferentes, ou seja, nossas metas para o futuro não estavam batendo, nossa personalidade divergia muito, enfim, esses foram os pontos cruciais onde Deus me mostrou que não daria certo, se eu continuasse insistindo e querendo partir para o casamento.



A palavra de Deus nos diz em II Coríntios 6:14 – “Não vos ponhas em jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?”
Esse texto eu sempre interpretei como jugo desigual apenas namorar com alguém não cristão, porém essa palavra é muito mais profunda, você pode estar em jugo desigual se estiver namorando com uma pessoa que mesmo conhecendo a Cristo tem propósitos de vida completamente diferentes dos seus,mesmo na Igreja isso pode acontecer;  por exemplo, Ele tem uma chamada para ir para a África e você não quer sair do Brasil de jeito algum, pois quer fazer sua carreira profissional e família aqui mesmo, será que vai dar certo? Desculpa amiga, mas acho que não.
Pois a palavra de Deus também nos diz “Não estejas inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças” Filipenses 4:6
Deus se preocupa com a gente, tenha certeza, um namoro que levará a um futuro casamento é um detalhe muito importante na nossa vida, e Deus está sempre pronto para nos auxiliar.
Mas e afinal, como foi o meu namoro com o André, você deve estar se perguntando... bem vou te contar.
Como falei anteriormente, fiquei muito chateada pelo meu primeiro namoro não ter dado certo e resolvi me aquietar e esperar que Deus me mostrasse quem seria o homem certo, estava mais descansada, literalmente, sobre esse assunto. E foi assim que o André apareceu na minha vida, um “guri” novo que apareceu ali na Matriz, muitoooo tímido e que participava do grupo de louvor de domingo tocando teclado / piano. Ele veio participar do grupo de jovens da Matriz e como eu também participava do louvor e do grupo de jovens começamos a nos conhecer, apenas amigos, brincando de ficar bipando o celular do outro durante a semana, acreditem... a gente brincava disso e adorava! Afinal como o André era muito tímido na igreja a gente falava pouco, mas durante a semana um ficava incomodando o outro, bipando o “tijolão da Nokia”. Assim durante 6 meses fomos nos conhecendo numa amizade bem legal, trocamos e-mail, ICQ e ficávamos horas batendo papo no ICQ (bisavô do whatsApp), era a forma de eu conseguir falar com o André, já que na igreja era quase mudo heheheh.



Por meio das nossas conversas e observando o comportamento um do outro na igreja, fomos nos aproximando cada vez mais e começamos a nos interessar, porém ambos tinham muito receio de iniciar um namoro sem a direção de Deus, por isso estávamos orando pedindo a direção Dele nisso tudo.  Até que no dia 20/12 (aniversário do André), ele foi me visitar na faculdade e saímos para comer um lanche, dei a ele seu presente de aniver que eu tinha comprado, começamos a conversar e o pedido de namoro veio, eu aceitei, porém antes de iniciarmos mesmo, Ele queria falar com meus pais para me pedir em namoro. Que fofo!
No próximo Culto ele encontrou meus pais na igreja, se apresentou e pediu a permissão deles para namorarmos, a partir dali, falamos com nosso líder dos jovens e pedimos a benção dele também, enfim começamos debaixo da benção de Deus para que tudo fosse dirigido por Ele.
Assim iniciamos nosso namoro que até o casamento foram longos 6 anos, sim... porque um dos propósitos que eu e o André tínhamos em comum era de casarmos estando os 2 formados na faculdade, em bons empregos, para termos o nosso apartamento e iniciarmos a nossa vida a dois juntos. E se você me perguntar se eu aconselho a demorar tanto tempo para casar, te digo, não precisa ser tanto, não é aconselhável, pois a tentação é grande em relação a área sexual principalmente, temos que estar muito focados em Deus para não cairmos, graças a Ele resistimos e chegamos ao nosso grande dia imaculados um para o outro; porém da mesma forma, não aconselho namorar e casar muito rápido, só para não pecar, porque a chance de dar errado é muitooo maior, pois você não teve tempo hábil de conhecer a pessoa que você vai casar e passar o resto da vida juntos, afinal vocês vieram de berços e criações diferentes e tem muita coisa para saber um do outro antes de casar. Lembre-se: nós como cristãos não casamos com o pensamento de vou casar, mas se não der certo, a gente se separa, hei, jamais! Na palavra de Deus está escrito: “Não separe pois o homem, o que Deus uniu” Marcos 10:9.



Foram 6 anos onde eu e o André nos conhecemos, analisamos a personalidade um do outro para ver se daria certo, afinal eu era a extrovertida e ele mega tímido, eu falava o que tinha vontade, ele era mais contido e observador, pesamos tudo isso para ver se não teríamos conflitos demais após o casamento. Em relação a Ministérios, nós dois nos conhecemos no grupo de louvor, ele tocava e eu fazia parte do vocal, mais tarde assumi o grupo de adolescentes da Matriz, ele me deu todo o apoio e sempre orou e abençoou o meu trabalho, hoje trabalha junto comigo. Profissionalmente quando nos conhecemos eu estava cursando a faculdade de Ciências Contábeis e ele ainda não havia ingressado na faculdade, nesse tempo ele fez faculdade passou em Direito, eu me formei e aguardei o término da faculdade dele, entendendo quando ele me ligava e dizia que não poderia vir me ver porque tinham várias provas e tinha que estudar no final de semana, não foi fácil, mas aguentei firme.
Enfim no dia 07/06/2008 realizamos os nossos votos diante de Deus e da Igreja e nos casamos,debaixo da benção de Deus e de nossas famílias e amigos, hoje faz 6 anos que estamos casados e Deus nos presenteou com um filho lindo chamado Pedro Henrique que está com 3 meses.



Vale a pena resistir as tentações e viver na vontade de Deus, um namoro cristão é abençoado quando nos sujeitamos a Deus, oramos e pedimos a direção Dele, pode ter certeza que o futuro será promissor.


Que Deus abençoe cada uma de vocês! Beijos e fiquem com Ele! <3