sexta-feira, 13 de junho de 2014

Mulheres Virtuosas



Aqui no blog o foco principal são mulheres virtuosas. Todas nós queremos ser mulheres virtuosas, tanto em nossos lares quando na casa do nosso Deus. Queremos aprender com aquelas que têm mais experiência e fazer a nossa trajetória valer a pena neste mundo. Acredito que todas nós gostaríamos de deixar uma marca importante neste mundo.
O blog foi criado primeiramente por sentir uma necessidade de voltar a se aproximar de Deus, através de um conhecimento maior da sua palavra, compartilhar coisas do nosso cotidiano, falar de moda também (coisa que eu não entendo, mas né), o blog é para encontrarmos força uns nos outros para juntos servimos a Deus.
Então, continuamente, eu tenho procurado saber mais das mulheres da Bíblia. Pelo menos aquelas que são mencionadas, e temos conhecimento, pois sabemos que muitas mulheres anônimas seguiram a Jesus. E elas não são menos importantes, todas são de igual valor.
Nesta semana comecei a leitura de Juízes e encontrei La a história de Débora. GENTE, eu nunca tinha lido a respeito dela. Na verdade nem fazia idéia de como era a história de Débora. ‪#‎vergonhagospel‬


A primeira coisa que eu pensei quando lia história dela, foi: Como eu nunca li isto?
E a resposta do Senhor para mim foi: Você não tinha interesse em conhecer a minha palavra.
A segunda pergunta foi: Por que ninguém fala a respeito de Débora?
E para esta pergunta eu ainda estou esperando resposta.
Então eu gostaria de compartilhar com vocês hoje, sobre Débora, uma mulher, com certeza, de muita virtude.
Débora era uma Juíza, e no tempo em que ela vivia o juiz julgava o povo em virtude não se ter um Rei pára governá-los. Isso já nos mostra que ela era muito importante e respeitada na época dela. Débora também era uma boa esposa, sabe por quê? No capitulo 4 de Juízes relata que Débora era esposa de Lapidote, então antes de ela ser Juíza e “governar” a nação, ela tinha uma outra responsabilidade de igual ou maior importância, ela tinha um Lar. E a família deve ser mais importante do que qualquer outra instituição criada pelo homem, pois a mesma é a maior instituição criada por DEUS. Portanto, antes de manter a ordem com o povo de Israel, Débora tinha que manter tudo em ordem em casa com a sua família. E quando falo manter a ordem não estou dizendo tomar a frente do esposo, estou dizendo em ser uma mulher que ajuda o seu esposo, como está escrito na bíblia.
“E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora”
Gn 2.18
O significado da palavra ADJUTORA é de AJUDANTE, ou seja, não devemos tomar a frente nas decisões do esposo, devemos ajudá-lo. Tanto na vida material quanto na vida espiritual.
Débora além de ser Juíza, o que significa que ela trabalhava e ajudava a sua casa na área material, ela era uma profetisa, ela era uma mulher que recebia palavras vindas diretamente de DEUS, era uma mulher usada pelo Senhor para guiar uma nação. Então, Débora também ajudava a sua família na área espiritual.
Débora era uma mulher que aconselhava, e ela fazia isso em uma época em que o povo não estava voltado para o Senhor, ela fazia isto em uma época em que as mulheres não recebiam autoridade para falar. Mas, curiosamente, Deus colocou uma mulher para julgar o povo e para livrar eles das mãos do rei de Canaã. Muitas lições importantes esta mulher deixa para nós.

1º Com certeza, ela era uma esposa exemplar dentro do seu lar, pois se não fosse assim seu esposo não a deixaria sair de casa para julgar uma nação.
2º Ela era uma mulher respeitada, o povo se referia a ela como Serva e Esposa, Débora, Juíza, Profetisa e Esposa de Lapidote. É assim que ela é descrita no livro de Juízes.
3º Débora colocava em primeiro lugar a sua comunhão com o Senhor.
4º Ela estava pronta para aquilo que o Senhor tinha preparado para ela.

Quando que uma mulher teria coragem de abrir a boca naquela época, só mesmo tento o Senhor como escudo, só mesmo para quem tem certeza do relacionamento que tem com Deus.
Por isso acredito na importância de ter uma vida totalmente ligada com Deus. Devemos estar constantemente em contato com o nosso Pai e renovar a nossa aliança com Ele a cada dia.
Devemos ser Mulheres virtuosas, valentes, respeitadas e cheias de Deus, assim como Débora foi. Devemos ser sábias, como Débora para administrar nossa vida material e nossa vida Espiritual.
E se você ainda não conhece a história desta heroína, separe um tempinho do seu tempo precioso para conhecer mais dela e aprender mais de Deus através da história dela.
Com carinho, Adna